RSS

Tornando-se um músico mais profissional

15 jul

Inicio hoje uma série de publicações no intuito de auxiliar os mais jovens (ou mais velhos, porque não?) que estão pensando em iniciar uma carreira como músico profissional. Espero poder ajudar, contribuir e desmistificar uma série de pensamentos sobre a profissão, passando um pouco da minha experiência na área, com coisas que aprendi muitas vezes na “base da pancada”.

1 – A hora da escolha!


Essa questão para muitos é a diferença entre passar a vida atrás de uma mesa de escritório (vestindo terno e gravata, com horário marcado para entrar e sair, chefe cobrando metas e pilhas de papéis sob a mesa) ou ser um músico profissional (excursionando pelo mundo, autógrafos, carros esportivos e muitos fãs entre outras coisas).

Antes de qualquer coisa, a vida de músico profissional não é nada fácil (assim como todas as outras profissões), exige uma extrema dedicação durante uma vida inteira. Esse sonho de ser famoso, milionário e ter fã clube é apenas uma questão de sorte (ou jabá), uma parcela ínfima alcança isso, portanto você tem que ter em mente o pensamento de construir uma carreira sólida como em qualquer outra profissão, o resto é consequência. Se você alguma vez ficou em dúvida entre ser músico ou engenheiro (por exemplo), dou-lhe um conselho: SEJA ENGENHEIRO! 

Pode parecer contraditório você estar lendo isso vindo de um músico, mas posso lhe dizer que praticamente todos os músicos bem sucedidos (e felizes com a carreira) que conheço não tiveram dúvidas na hora da escolha, na verdade acredito que assim como eu, eles nem tiveram escolha, pois a música acabou nos escolhendo. Mas se você tem essa dúvida, pense muito bem nos prós e contras de ser um músico e o mais importante disso tudo: Tenha certeza!

Prepare-se para início da carreira sofrer pressões familiares, passar longas datas sem dinheiro no bolso, pagar contas atrasadas, sofrer preconceitos entre muitas outras coisas. Mas se você persistir e seguir em frente e construir uma carreira sólida, todo esforço é recompensado.

Disse tudo isso porque na primeira dificuldade que você tiver na sua carreira musical (que serão muitas), você logo pensará: “deveria ter estudado engenharia”, o que consequentemente fará você desanimar e não continuar no seu objetivo inicial de tornar-se músico, ou na “melhor” das hipóteses o tornará numa pessoa infeliz, amarga e um péssimo profissional.

Se você gosta também de outra área ou se vê fazendo outra coisa que não seja música, não deixe de lado a ideia de seguir essa outra área paralelamente com a música. Pode ser muito difícil conciliar duas coisas, mas não é impossível, você pode ter o “melhor” dos dois mundos que é a suposta “estabilidade” financeira das outras áreas e a realização pessoal em ser um artista (sim, artista não é só quem está na Rede Globo). Poderia citar inúmeros músicos de renome que possuem outra profissão e exercem muito bem ambas.

Ninguém se torna músico da noite para o dia (pelo menos não deveria ser assim), você precisa de anos de preparação antes de finalmente começar a pensar em ganhar seu dinheiro com música. Considere importante ter um bom professor no instrumento que você escolheu, seja particular, escola livre ou conservatório. Um curso superior não é obrigatório para ser profissional, mas é uma boa pedida para aprimorar-se mais, além de dar uma credibilidade no mercado.

Não tenha preconceito com outros estilos musicais, lembre-se que quanto mais versátil você for, mais empregos aparecerão e mais dinheiro você terá no final do mês, pode até não ser um estilo de sua preferência ou mesmo você não gostar de jeito algum, mas aprenda da mesma forma.😉

Aquela banda que você tem de música autoral, ela pode nunca sair da garagem ou do barzinho que você toca por R$ 100,00 (estou sendo generoso). Então tenha em mente que grande parte do seu salário virá de estilos musicais que você pode não gostar, então: No pain, no gain!

Abraços e até a próxima!🙂

 
1 comentário

Publicado por em 07/15/2011 em Música

 

Tags: , , , , , ,

Uma resposta para “Tornando-se um músico mais profissional

  1. René Ramirez

    07/15/2011 at 11:30 pm

    bom o post, se decidir sobre oq quer fazer é bem dificil, ainda mais hj em dia qndo existe qualificação pra tudo! e faculdade pra mais coisas ainda!

     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: